Make your own free website on Tripod.com

Vitaminas

 

As vitaminas há muito são consideradas parte fundamental da dieta alimentar. Elas foram sendo identificadas, inicialmente, a partir do estudo de diversas doenças (beribéri, pelagra, escorbuto, etc) e suas necessidades diárias passaram a compor tabela de recomendações em todo o mundo. Diversos estudos têm demonstrado que as vitaminas, em doses superiores àquelas que compõem nossa dieta alimentar normal diária, são necessárias, por exemplo:

 

1) Quando o organismo está submetido a períodos de stress (físico ou mental);

2) Como auxiliar na prevenção de doença coronariana;

3) Para melhorar o sistema imunológico;

4) Quando problemas gastrintestinais prejudicam a absorção das vitaminas.

 

 

As vitaminas são compostos que, embora existam nos alimentos em pequenas quantidades, são indispensáveis à vida. Certas reações químicas celulares só ocorrem na presença de determinadas vitaminas.

Quase todos os alimentos que consumimos contem uma ou mais vitaminas. Se considerarmos que um só tipo de alimento não possui todas as vitaminas, torna-se clara a necessidade de uma nutrição que contenha alimentos variados. Em caso de alimentação deficiente em vitaminas, o organismo poderá sofrer perturbações conhecidas como avitaminoses.

As vitaminas são nomeadas com letras do alfabeto - A, B, C, etc. - de acordo com a ordem em que foram sendo descobertas.

 

 

Vitamina A

 

A vitamina A é importante para o crescimento de todos os tecidos do corpo e para visão. Sua falta determina atraso no crescimento do organismo e faz com que o epitélio da pele e de outras partes do corpo se torne espesso. Quando isso acontece com a membrana que reveste o globo ocular - a córnea - esta pode se tornar opaca, causando cegueira. Um outro problema relacionado a carência de vitamina A é a cegueira noturna, que consiste numa falta de adaptação da visão em locais mal iluminados, um perigo para quem dirige à noite.·

Também chamada de retinol, a vitamina A é essencial para se enxergar na penumbra (visão noturna).

 

As principais fontes de retinol são:

 

Normalmente o teor de vitamina A é medido pela Unidade Internacional (U.I.) que corresponde a uma quantidade de 0,3 mcg (a maneira correta de se abreviar micrograma é colocando-se a letra grega microm ao lado da abreviação de grama, mas devido a dificuldade de se desenhar letras gregas na tela do computador a letras mcg serão usadas para este fim).

Considera-se que um teor de 750 mcg é necessário diariamente para o bom funcionamento do organismo (adulto masculino).

Felizmente o corpo humano consegue fabricar o retinol a partir do pigmento de alguns legumes, como a cenoura, de tal maneira que não estamos condenados a comer fígado ou comidas ricas em colesterol como manteiga ou ovos.

O excesso de vitamina A também pode trazer problemas e óleo de fígado não deve ser usado indiscriminadamente sem conselho médico.

 

 

 

Copia nao autorizada a Lammers

            CopyRight: by FALLONI